• Orquestra Sinfônica Brasileira

OSB apresenta concerto com Quinteto de Metais dia 13 de junho

Pré-gravado na Sala Cecília Meireles, segundo concerto da Série Romântica Brasileira será veiculado nas páginas da orquestra no Youtube e Facebook




No próximo dia 13 de junho o público poderá conferir mais uma apresentação inédita da Orquestra Sinfônica Brasileira, desta vez em formação de quinteto de metais. O segundo programa da Série Romântica Brasileira terá repertório diverso, composto por obras de Carlos Gomes, Ewald, Gabrieli, Pixinguinha, Bernstein, Puccini e Villa-Lobos. Como o evento ainda não contará com a presença de público, a apresentação (pré-gravada) será veiculada no canal da orquestra no Youtube e na página do Facebook.


Os músicos Diogo Gomes e Jessé Sadoc, no trompete, Raphael Paixão, no trombone, Eliézer Conrado, na trompa, e Eliézer Rodrigues, na tuba, formam o quinteto de metais que interpretará as obras do programa. A Série Romântica Brasileira traça um paralelo entre a música brasileira e os compositores do período romântico.


Abrindo a apresentação, a emblemática abertura da ópera “O Guarani”, de Carlos Gomes, com arranjo de Jessé Sadoc. Um dos mais importantes artistas brasileiros do estilo romântico, Carlos Gomes estudou na Itália com patrocínio do imperador D. Pedro II e da imperatriz D. Teresa Cristina. Sua ópera “O Guarani” baseou-se no romance homônimo de José de Alencar e foi a primeira obra brasileira a ser apresentada no famoso Teatro alla Scala, de Milão, onde ocorreu sua estreia mundial.


Na sequência, o público ouvirá o “Quinteto em Si Bemol Op.5”, do russo Victor Ewald. O compositor caracterizou-se por criar obras para instrumentos de metal em uma época em que esses instrumentos ainda estavam se aperfeiçoando. Seus quintetos para metais são famosos e o que será apresentado pela OSB, na ocasião, foi composto em 1890. É considerada a primeira peça de música de concerto especificamente composta para a formação.


“Canzona per Sonare nº 4”, do italiano Giovanni Gabrieli, aparece como a terceira peça do programa. Nascido em Veneza, Gabrieli foi um compositor importante na passagem da música da Renascença para o período barroco. Esta obra foi composta em 1608, sendo um marco na história da música. É considerada o início do caminho que levou a um novo estilo de música de concerto: o barroco.


O programa retoma a pegada nacional com um clássico da música popular brasileira: “Carinhoso”, de Pixinguinha e João de Barro, também arranjada por Jessé Sadoc. Pixinguinha é um dos maiores compositores brasileiros e contribuiu diretamente para que o choro encontrasse uma forma musical definitiva. “Carinhoso”, cuja letra foi escrita por João de Barro – também conhecido como Braguinha - , tornou-se sua composição de maior sucesso.

Dois movimentos de “West Side Story”, do americano Leonard Bernstein, serão executados em seguida. “Maria” e “Tonight” fazem parte da trilha sonora do musical, que estreou na Broadway em 1957. Baseada em Romeu e Julieta, de Shakespeare, a peça relata as batalhas entre duas gangues de adolescentes num bairro pobre de Nova York.

Uma das árias de ópera mais cantadas em todo o repertório lírico, “Nessum Dorma”, do italiano Giacomo Puccini, também será interpretada pelo Quinteto de Metais da OSB. “Que ninguém durma” pertence à ópera “Turandort” e estreou em 1926.

Fechando o programa, a Ária (Cantilena), das Bachianas nº 5, de Heitor Villa-Lobos. As nove Bachianas Brasileiras foram compostas entre 1930 e 1945 e o título é uma alusão à combinação de elementos brasileiros com a técnica de composição de Johann Sebastian Bach, compositor preferido de Villa-Lobos. A Ária é considerada a peça mais conhecida do compositor brasileiro mundo afora, devido à sua rara beleza.


PROGRAMA

Carlos Gomes – Abertura da ópera O Guarani (Arranjo Jessé Sadoc)

Victor Ewald – Quinteto nº 1 em Si Bemol Op.5

I. Moderato – Più mosso | II. Adagio non troppo lento | III. Allegro moderato

Giovanni Gabrieli – Canzona per Sonare nº4 (transc. Graeme Page)

Pixinguinha e João de Barro – Carinhoso (arranjo Jessé Sadoc)

Leonard Bernstein – West Side Story (arranjo Jack Gayle)

III. Maria | IV. Tonight

Giacomo Puccini – Nessum Dorma (arranjo Hogg)

Heitor Villa-Lobos – Bachianas nº5 | Ária (Cantilena)



SERVIÇO

OSB - Série Romântica Brasileira

Dia 13 de junho de 2021 (domingo), às 17h

Concerto pré-gravado, veiculado no Facebook e Youtube

facebook.com/orquestrasinfonicabrasileira

youtube.com/sinfonicabrasileira

Acesso gratuito


MAIS INFORMAÇÕES PARA IMPRENSA

Érica Avelar

(21) 98119-4559 / 3596-7941

erica.avelar@gmail.com


todas as notícias da orquestra